O papel-moeda é usado desde o século VII. No entanto, ele tem perdido espaço no mundo nas últimas décadas. Uma matéria do jornal The New York Times mostrou que o dinheiro em espécie está perdendo a batalha contra transações eletrônicas, especialmente nos países desenvolvidos.

Segundo dados de uma pesquisa do Banco Central do Brasil, de 2018, 52% dos brasileiros usam cartões de débito para pagar contas ou fazer compras, enquanto 46% utilizam cartões de crédito. Contudo, 96% dos entrevistados usam também dinheiro em espécie para essa função e 60% deles afirmaram que o utilizam com mais frequência do que outras formas de pagamento — contra 22% que usam mais o cartão de débito e 15% o de crédito.

Em um outro levantamento do Banco Central, revelou-se que 86,5% dos brasileiros acima dos 15 anos já possui conta em banco e que duas em cada três transações bancárias são feitas por internet banking, aplicativos de celular ou call centers. No entanto, na mesma pesquisa, o órgão também afirmou que os canais presenciais para pagamento continuam sendo largamente utilizados.

Portanto, embora os cartões e a internet tenham se unido para tornar notas e moedas menos relevantes, o Brasil ainda parece muito distante da realidade de países desenvolvidos, como a Suécia, onde o uso do dinheiro em espécie está quase extinto. Por outro lado, cada vez mais formas de pagamento se tornam aceitas no mercado brasileiro e vale a pena conhecê-las.

Empresas de pagamentos online

Seja qual for o segmento em que se insere, uma empresa precisa estar sempre atenta a inovações e transformações. Atualmente, muitas empresas, especialmente aquelas cujas interações com os clientes se dão principalmente por meio da internet, têm oferecido cada vez mais opções de pagamento. Os cartões de crédito costumam ser uma constante, mas muitos outros sistemas já estão sendo disponibilizados, embora variem.

Uma das maiores empresas de pagamentos online atualmente é o PayPal, que já tem parcerias com grandes nomes do mercado internacional, como o Airbnb e a Netflix, famosa criadora e provedora de filmes e séries. Alguns sites inclusive oferecem descontos para os usuários que optam por fazer pagamentos com o PayPal.

No entanto, essa não é a única opção disponível. A EcoPays e a SafetyPay são outros sistemas que têm tido bastante sucesso, escolhidos pelos melhores sites de apostas,, por exemplo. Já o Payoneer é uma alternativa que tem sido muito usada por profissionais autônomos que desejam receber pagamentos de clientes internacionais. Além disso, ele tem parcerias com várias empresas, como o site HomeAway, de aluguel de casas de férias.

Entre as marcas brasileiras, destaca-se a PagSeguro, uma das startups mais bem-sucedidas da América Latina. Algumas outras opções que estão disponíveis no mercado brasileiro, tanto para grandes empresas quanto para micro e pequenos empreendedores são: BCash, Cielo Checkout e Pic Pay.

Criptomoedas

A compra de criptomoedas tem crescido não apenas no mundo, mas também no Brasil. Embora o uso dessas moedas para pagamentos tenha caído no último ano, pois elas têm sido usadas mais como uma forma de investimento do que para transações comerciais, é sim possível usá-las para pagar por compras e serviços, tanto online, quanto em estabelecimentos físicos.

O Coinmap é um mapa digita que mostra os locais onde essas moedas são aceitas ao redor do globo. Mais de 13.700 estabelecimentos no mundo estão registrados no site como adeptos dessa nova forma de pagamento. Grandes empresas, como a Dell, a Microsoft, a Nintendo e a Expedia, já aceitam criptomoedas.

As inovações tecnológicas têm afetado diversas áreas da sociedade contemporânea, no Brasil e no mundo. O desenvolvimento de novas formas de pagamento não poderia ficar de fora dessas mudanças.

Na Suécia, por exemplo, onde 99% da população já usa métodos eletrônicos para fazer ou receber pagamentos, uma tecnologia que parece ter saído de um filme de ficção-científica já está sendo usada por mais de 4 mil pessoas: um microchip implantado na mão, que permite fazer compras ou abrir uma porta trancada com um simples aceno. Como mostra uma matéria da Financial Post é cada vez mais difícil usar dinheiro em espécie no país escandinavo, até mesmo em transportes e banheiros públicos.

Uma outra tecnologia, que também permite facilitar pagamentos e tornar sua confirmação mais segura, já está disponível no Brasil. Trata-se da tecnologia de reconhecimento facial, utilizada pelo cartão Neon Visa para a confirmação de compras. O usuário pode escolher entre digitar sua senha ou tirar uma selfie com o celular.

Ainda que os pagamentos em papel-moeda devam continuar relevantes no Brasil por um bom tempo, é interessante analisar as outras opções disponíveis no mercado e descobrir quais delas são mais adequadas às suas necessidades. Afinal, quando o assunto é dinheiro, é sempre bom estar por dentro das novas tendências.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCORPO EM ESTADO DE DECOMPOSIÇÃO É ENCONTRADO NA ZONA RURAL DE SERTÂNIA
Próximo artigoCOMISSÃO NORDESTE DISCUTE ALTERNATIVAS PARA MODERNIZAR A COLHEITA DA PALMA FORRAGEIRA
Esequias Cardoso
Esequias Cardoso foi policial civil durante 10 anos, é jornalista de acordo com o registro profissional nº 7052/PE, é professor concursado da rede oficial de ensino do Estado de Pernambuco, graduado e pós graduado em História, pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde - AESA e Universidade de Pernambuco - UPE respectivamente. Também é pós graduação em Gestão e Coordenação em Educação pela Universidade de Pernambuco - UPE. Atualmente faz Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Campina Grande- Campus Sumé-Paraíba PARA ENTRAR EM CONTATO CONOSCO LIGUE (87) 9.9648.1349 ou 9.9139.9084 (whats app)

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Coloque seu nome aqui