Início >>> Educação >>> MEMÓRIA >>> TRIBUNA DO MOXOTÓ HÁ 21 ANOS: ASSASSINATOS DE SERTANIENSES ERAM DESTAQUES NAS PÁGINAS DO JORNAL IMPRESSO DO TRIBUNA MOXOTÓ

TRIBUNA DO MOXOTÓ HÁ 21 ANOS: ASSASSINATOS DE SERTANIENSES ERAM DESTAQUES NAS PÁGINAS DO JORNAL IMPRESSO DO TRIBUNA MOXOTÓ

Há 21 anos, quando era impresso, o Tribuna do Moxotó, comandado pelo seu editor e jornalista Esequias Cardoso, trazia “sangue” em suas páginas, sangue de sertanienses assassinados quando noticiava a morte de Leonardo Mariano e de Acilon Freire.

Num famigerado dia 12 de setembro de 1999, era assassinado de forma covarde, o sertaniense e policial militar Leonardo Mariano, irmão de Rildo e Júlia Mariano, filho do saudoso Damião Mariano, e o Tribuna do Moxotó, trazia esse momento triste para seus familiares, colegas e amigos, fazendo toda cobertura jornalística daquele fatídico momento.

Segundo testemunhas, o jovem policial militar e poeta Leonardo, estava naquele dia em sua casa de folga, quando foi chamado para intervir numa briga e foi esfaqueado, morrendo devido a gravidade dos ferimentos.

Leonardo escrevia para o Tribuna do Moxotó e naquela oportunidade o jornal fez sua homenagem póstuma a esse grande sertaniense e poeta, que partiu de forma tão prematura, com um poema, para lembrar que os poetas e artistas nunca morrem, se eternizam.

Muitos colegas acompanharam o cortejo fúnebre que ocorreu no distrito de Albuquerque Né, local de nascimento do poeta e policial militar Leonardo Mariano.

Momento de muita tristeza para todos.

Outra notícia triste que trazia o Tribuna do Moxotó em sua edição foi o assassinato de Acilon Freire, ocorrido no dia no domingo como este, no dia 26 de setembro de 1999 na zona rural de Sertânia.

E naquela época noticiávamos esse momento de violência que vivia Sertânia, assim: “Sertânia ora assiste casos de brutais assassinatos contra seus filhos, são atos de violência que comprovam que os valores humanos estão ficando para alguns elementos em último plano”, dizia o jornal naquela triste oportunidade.

“No dia 26 do mês de setembro de 1999, foi assassinado de forma covarde, o irmão do Deputado Gonzaga Patriota, o sertaniense Acilon. Mais uma vítima da violência, que no momento se abate sobre o município. Há um clima de total insegurança. A comunidade pensa: ora se a polícia(caso Leonardo) está sendo vítima da violência, imagine o cidadão comum. Todos andam armados, a polícia não conta com um efetivo adequado para coibir tanta criminalidade , se, viatura, sem armas, procuram fazer milagres, numa luta desigual”, era o que dizia o Tribuna do Moxotó, na página que noticiava as mortes dos sertanienses Leonardo e Acilon, em um só mês. Há 21 anos atrás.

Nosso jornal, hoje digital, noticiava de forma amarga, a morte de dois sertanienses ilustres. O Tribuna do Moxotó, continua nessa mesma caminhada, contando a nossa história.

Fique com as imagens e o texto narrando esses dois momentos tristes para os familiares, amigos e colegas das vítimas, que jamais serão esquecidos.

Sabemos que o momento é doloroso, mas está na história, está no Tribuna do Moxotó, há 21 anos, e estávamos lá para contar essa triste história!!

Compartilhar nas Redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *